terça-feira, 13 de maio de 2014

A crescente cultura do estupro


Inicialmente é preciso dizer uma coisa simples e clara (e saber interpretá-la, claro): Você não precisa ser contra os homens pra ser a favor das mulheres. A violência contra mulheres sempre foi um tema que gerou debates fortes, e ultimamente, diante de um contexto de aumento neste quadro (ou de maior divulgação dos mesmos), nos deparamos com situações em que estupro, agressão e inferiorização feminina se tornam algo relativizado e muitas vezes defendido não só por homens, mas por mulheres também.

Chegamos a um ponto tão crítico que muitas mulheres, por vezes justificadas pela religião ou simplesmente por ter uma mente extremamente retrógrada, dão voz ao raciocínio estúpido em a culpa de um estupro é relacionada diretamente à vítima, não ao agressor. Cultura de estupro não é algo ligado ao número crescente deste tipo de violência mas sim, à forma tolerante e até incentivadora da sociedade. Ao invés de educarem os homens a não estuprar, preferem criar códigos e regras de vestimenta para que mulheres não acentuem um risco que já é pré existente, proporcionando, neste caso, "educação" à vítima. Isto é cultura de estupro. Cultura de estupro, é como a Lola diz em seu blog, dizer que "homem que estupra mulher feia não merece cadeia, merece um abraço" e com uma afirmação tão discrepante como esta, arrancar risos de dúzias de pessoas sem consciência alguma.  Cultura de estupro é o exército militar americano (onde cerca de 500.000 mulheres já sofreram violência sexual) criar campanhas em que é dito que "o certo é esperar quando ela estiver sóbria". Claro, porque estuprar quando a mulher estiver bêbada não pode, mas sóbria tá liberado né? Cultura de estupro é existir propagandas associando amor e conquista diretamente à uma relação de sexo forçado e insinuando que isto é bom porque "queima calorias" (imagem abaixo). 


Neste ponto, precisamos ainda saber diferenciar o que é estupro. Grande parte dos homens considera estupro "apenas" o que acontece atrás de um carro altas horas da noite, com algum tipo de violência física e geralmente com uma mulher que se vestia de forma insinuante, ou seja, estava "pedindo". Não gente. Estupro é todo e qualquer tipo de situação em que há sexo sem consentimento. Fim. Logo, aquele sexo forçado que você faz com sua namorada é estupro da mesma forma que aquele cometido por alguém em um beco escuro. Não existe lance de "charminho", de mulher fazer "doce", de dizer que ela na verdade tá dizendo sim quando claramente você ouve um NÃO. 

Por fim, saibamos analisar e tratar com compaixão as vítimas deste tipo de agressão. Mulheres estupradas tem suas vidas mudadas COMPLETAMENTE. Não é preciso nem fazer o ensino fundamental pra saber de uma coisa como esta. Cerca de 40% das mulheres que deram baixa na marinha americana por serem vítimas desta violência, não conseguiram retomar suas vidas. Elas não conseguem manter relacionamentos, se entopem de anti depressivos, se afundam nas drogas, são vítimas recorrentes de tentativas de suicídio, são acusadas pela sociedade..Veja bem, ACUSADAS. Ou seja. Tem suas vidas mudadas completamente em função de algum babaca machista que, em um dia qualquer, resolveu colocar pra fora sua "masculinidade" marcando e destruindo, muitas vezes de forma irreversível, uma vida inteira. E sabe qual é a punição desse "ser biologicamente superior que, coitado, não sabe controlar seus instintos"? Aplausos, processos arquivados, impunidade. Tudo isso causando um ciclo doente e vicioso que só poderá ser quebrado com a devida responsabilização destes criminosos e uma educação lógica, em que os homens aprendam que ser homem não significa "meter um pau a força" em uma mulher; que uma roupa curta JAMAIS irá justificar qualquer tipo de violação ao corpo alheio; que estupro é ERRADO, seja fora ou dentro de um casamento e que a vítima NUNCA é a culpada. 

12 comentários:

  1. Força, certamente que o futuro te reserva algo muito melhor :)

    ResponderExcluir
  2. eu adoro o Avery +.+
    obrigada querida, eu também adoro o teu blog

    ResponderExcluir
  3. Coelho não da astrologia chinesa? :)
    Obrigada **

    ResponderExcluir
  4. pois é, as coisas cada vez tem mais a ver com violencia!

    ResponderExcluir
  5. Um excelentíssimo de Espanha disse que "as leias são como as mulheres são para serem violadas" e perante isto diz-me o quê?

    quanto ao que me perguntaste sim tenho instagram podes enviar-me o link?
    Beijocas

    ResponderExcluir
  6. Nossa... quanta verdade é falada aqui... adorei o post

    Sónia
    Taras e Manias

    ResponderExcluir
  7. Muito sério esse assunto. Parabéns pela abordagem.


    http://garotasbacanas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Adorei completamente o post, tudo tudo tudo certo , completamente de acordo!!! Só que há umas cabecinhas que valha-me Deus deviam fazer uma lavagem cerebral a ver se abriam os olhos! -.-

    R: Awww que querida! *-*
    Não nunca pensei, não acredito que tivesse jeito para tal xD

    *Beijinhos*
    Caty<3
    http://myfairytale4.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  9. É completamente assim...

    r: ah ah xD gostei da analogia. Há sonhos e sonhos :p mas nunca deviam ser impossíveis, nem mesmo casar com o super homem :D

    ResponderExcluir
  10. Li este post de uma ponta à outra e tenho que concordar! Muitos homens não sabem o que realmente significa um não, mete uma raiva homens assim!

    R: É isso mesmo princesa :)

    ResponderExcluir
  11. É verdade, mesmo com tanta evolução, ainda vivemos numa cultura de estupro... A sociedade está cada vez mais sexualizada, as mulheres são cada vez mais associadas a imagens sexuais e tal não ajuda em nada na diminuição da violência contra as mulheres, muito pelo contrário.

    ResponderExcluir

Geralmente responderei no blog de cada um, e caso não responda lá, respondo aqui.
Comentários de pessoas que não leram relacionados ao que foi escrito, serão desconsiderados.
Ofensas, palavras de baixo calão e críticas negativas também!

No mais, fiquem à vontade!!